Caso está entre pedidos de inquérito mantidos em segredo pelo ministro Edson Fachin - 19/04/2017

Odebrecht relata ‘caixa 2’ para Henrique Alves em 2014

O ex-deputado federal e ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, está entre os arquivos que o ministro Edson Fachin manteve sob sigilo na delação da Odebrecht.

De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, em 2014, o deputado federal e então presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e Henrique Alves, solicitaram pessoalmente indevidamente R$ 2 milhões para a campanha de Alves ao governo do Rio Grande do Norte em 2014.

Estes casos permanecem em sigilo porque a procuradoria entende que a sua divulgação pode prejudicar as investigações.

Ao todo, 25 petições feitas pela Procuradoria-Geral da República ainda estão em segredo de Justiça por decisão do ministro Edson Fachin.

O material foi remetido para a Procuradoria-Geral da República no Rio Grande do Norte, onde já tem caso. Fonte Portal noar.

Faça Seu Comentário:

Nome:
E-mail:
Comentário:
 

 

Comentários

disse:

em 31/12/1969 - 09:12