Eleições 2018 - 17/10/2018

Eleitos para o Senado injetam mais de R$ 16 milhões em suas campanhas

Os senadores titulares eleitos neste ano tiraram R$10,7 milhões do bolso para financiar a própria candidatura nestas eleições. Apesar de só assumirem o mandato em caso de afastamento do titular, os 1º suplentes das chapas eleitas ao Senado desembolsaram R$ 4,6 milhões e os 2º suplentes, R$ 1,3 milhão. No total, 28 titulares e 19 suplentes eleitos colocaram dinheiro na própria chapa.

Neste ano, os eleitores definiram os nomes que devem preencher as 54 vagas do Senado – equivalente a 2/3 do total. Esses senadores eleitos vão compor a Casa junto aos demais 27 senadores, eleitos em 2014. Os suplentes assumem o mandato apenas em caso de licença, renúncia, morte ou cassação do titular.

Os candidatos podem financiar a campanha com recursos próprios até o limite de gastos estabelecido para cada cargo. Para a disputa no Senado, o limite de gastos varia de R$ 2,5 milhões a R$ 5,6 milhões, conforme o número de eleitores no estado. As doações de empresas estão proibidas desde 2015.

Entre as chapas eleitas, as duas maiores “autodoações” foram feitas por titulares: Professor Oriovisto Guimarães (PODE-PR) e Eduardo Girão (PROS-CE). O senador eleito pelo Paraná transferiu R$ 3,3 milhões para a própria candidatura – o equivalente a 98% do total de receita. Já o senador eleito pelo Ceará injetou R$ 2,7 milhões (ou 80,1% do total de receita da candidatura).

G1

Comente

Corrida - 17/10/2018

Sexta edição da Corrida do Servidor Público do RN está com inscrições abertas

As inscrições para a 6ª Corrida do Servidor Público do Rio Grande do Norte já estão abertas. Os interessados podem se inscrever de forma presencial, na Escola de Governo, ou online por meio do site www.ticketagora.com.br, onde consta também o regulamento do evento.

Este ano, a corrida vai acontecer no dia 15 de novembro, com largada prevista para às 16h na Praça Cívica da UFRN e com 5 km de percurso. Podem participar servidores efetivos em atividade, aposentados, ocupantes de cargo comissionado e outros contratados em regimes diferenciados, além da comunidade. No total, são disponibilizadas 800 vagas, sendo 500 para a categoria Servidor Público e 300 para a categoria Comunidade Geral.

O custo da inscrição presencial é a doação de duas latas de leite em pó, para servidores públicos, e três latas de leite em pó, para a comunidade. A inscrição deve ser feita entre 9 e 17h, na recepção da Escola de Governo, situada no Centro Administrativo do Estado, em Natal. Para aqueles que optarem pela inscrição online, o valor da inscrição é de R$25,00 para servidores e R$35,00 para a comunidade.

Haverá premiação em troféu para os três primeiros colocados de cada categoria e para os primeiros colocados por faixa etária. Todos os atletas que concluírem a prova também receberão medalhas de participação.

O kit do participante, composto por camiseta, número de peito e chip de uso único, será entregue na Escola de Governo apenas no dia 14 de novembro, véspera do evento.

A 6ª Corrida do Servidor Público é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos, por meio da Escola de Governo, em parceria com a Federação Norte-rio-grandense de Atletismo e em consonância com o Programa Estadual de Qualidade de Vida e Saúde do Trabalho.

Comente

Portaria do Ministério da Integração Nacional foi publicada nesta quarta-feira (17) no Diário Oficial da União. - 17/10/2018

União reconhece situação de emergência pela seca em 147 municípios do RN; em Acari, Gargalheiras está totalmente vazio

Por Anderson Barbosa, G1 RN

 Açude Gargalheiras, em Acari, está totalmente seco por conta da estiagem prolongada — Foto: Anderson Barbosa/G1

 Açude Gargalheiras, em Acari, está totalmente seco por conta da estiagem prolongada — Foto: Anderson Barbosa/G1

 O Ministério da Integração Nacional, por meio de Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, reconheceu, em decorrência da seca, a situação de emergência em 147 municípios do Rio Grande do Norte – o que representa 88% dos municípios potiguares. No estado, faz 7 anos que as chuvas estão abaixo da média histórica.

O reconhecimento foi formalizado por meio de portaria publicada na edição desta quarta-feira (17) do Diário Oficial da União. Veja AQUI a portaria e a lista completa dos 147 municípios potiguares em situação de emergência.

 

Reservatórios secos

 

Dos 47 reservatórios monitorados pelo Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn), 13 encontram-se atualmente abaixo de 5% de suas capacidades de armazenamento.

Entre os reservatórios completamente secos está a Barragem Marechal Dutra, em Acari, na região Seridó, um dos maiores do estado. Mais conhecido como Gargalheiras, ele tem capacidade para mais de 44 milhões de metros cúbicos de água. Contudo, de acordo com monitoramento feito nesta terça (16), o nível atual é 0% do volume total.

O Gargalheiras foi inaugurado em 1959. E, segundo o Igarn, esta é a primeira vez, às vésperas de completar 60 anos, que a barragem seca completamente.

 

Com a seca que assola o RN há sete anos, animais mortos às margens das rodovias fazem parte de um cenário desolador — Foto: Anderson Barbosa/G1

 Com a seca que assola o RN há sete anos, animais mortos às margens das rodovias fazem parte de um cenário desolador — Foto: Anderson Barbosa/G1

 Em setembro, o governo do Rio Grande do Norte renovou, por mais 180 dias, o decreto de situação de emergência por causa da seca em 152 dos 167 municípios do estado.

Comente

Pleito acontece por causa da cassação e perda de mandato da prefeita Iomária Carvalho, e do vice-prefeito Elias Raimundo. - 17/10/2018

TRE marca para o dia 25 de novembro eleição suplementar em Água Nova, RN

Por G1 RN

 O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte confirmou para o dia 25 de novembro a eleição suplementar para os cargos de prefeito e vice-prefeito do município de Água Nova, a 410 quilômetros de Natal. A decisão foi tomada nesta terça (16) pelo presidente do TRE-RN, desembargador Glauber Rêgo, juntamente com os membros da corte eleitoral e a Procuradoria Regional Eleitoral do Estado.

As eleições suplementares serão realizadas em virtude da cassação e perda de mandato da prefeita Iomária Carvalho, e do vice-prefeito Elias Raimundo, ambos condenados por abuso de poder político e econômico, e por compra de votos nas eleições de 2016.

O município de Água Nova pertence à 65ª Zona Eleitoral e possui 2.551 eleitores. O novo pleito ocorre nas mesmas condições de uma eleição convencional, mas com prazos mais curtos:

 

  • 23/10: último dia para a realização de convenções partidária;
  • 24/10: último dia para o candidato escolhido em convenção desincompatibilizar-se;
  • 26/10: último dia para os partidos políticos ou coligações apresentarem no Cartório Eleitoral, até às 19h, o requerimento de registro de candidatos a prefeito e vice-prefeito.

Comente

Segundo Marcelo Passos, o subsídio repassado pelo governo estadual para a Festa do Boi não se compara nem perto ao apoio governamental ao evento - 17/10/2018

“Robinson foi um grande governador para o agro”, diz presidente da Anorc

 Na reta final do evento, Marcelo assegurou que os números finais poderão ser maiores que os projetados

 O presidente da Associação Norte-rio-grandense dos Criadores, Marcelo Passos, fez nesta quarta-feira,17, durante entrevista a um programa de rádio, um tributo ao governador Robinson Faria, candidato derrotado no primeiro turno das eleições.

“O agronegócio potiguar deve muito a ele e muito por causa dele a 56ª edição da Festa do Boi deverá ser uma das melhores da história”, afirmou o dirigente.

Para Passos, o subsídio repassado pelo governo estadual de R$ 200 mil não se compara nem perto ao apoio governamental indireto dado, via a Agência de Fomento do RN (AGN), que liberou muitos financiamentos de até R$ 15 mil a pequenos produtores, permitindo o acesso deles aos cerca 2 mil ovinos em exposição na Feira.

Segundo o presidente da Anorc, este ano, o evento beneficiou-se de uma mentalidade mais arejada a partir da ação de parceiros, como o Sebrae e o Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), que trouxeram temas importantes de discussão, como a produção queijeira artesanal e a profissionalização da mão-de-obra no meio rural.

“Essa pegada profissional e mais efetiva facilitou o diálogo junto com o Ministério Público Estadual e o Corpo de Bombeiros na hora de liberar as áreas de entretenimento da festa”, lembrou.

Marcelo Passos disse, ainda, que a profissionalização da parte de shows da Festa do Boi propiciou uma importante agregação de valor ao evento, que se propôs desde o início a se pagar sem a dependência do subsídio oficial do Governo do Estado, que já foi maior no passado, mas que demorava a sair e às vezes nem saia.

“Adotamos uma mentalidade simples: fazer o que precisa ser feito, tanto que aplicamos R$ 25 mil em pequenas obras de acessibilidade quando nosso principal desafio é que o deficientes venham à Festa, o que ainda não acontece”, afirmou.

Na reta final do evento, que termina neste sábado, 20, Marcelo Passos assegurou que os números finais poderão ser maiores que os projetados: 300 mil visitantes e 50 milhões em negócios.

“Nosso objetivo com a Festa do Boi é mostrar o potencial do agronegócio no Rio Grande do0 Norte, que são se limita só aos bovinos, equinos e ovinos, que têm criadores de primeira linha, mas potencialidades que vão além disso e estão hoje em derivados como o queijo artesanal, a ostra, o camarão e as frutas reconhecidas internacionalmente”, lembrou. Agora RN.

Comente

Onze investigados, inclusive o presidente, foram indiciados pelo delegado Cleyber Malta Lopes, por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa - 17/10/2018

Provas contra Temer vão de delações a dados bancários e laudos, afirma PF

 Polícia Federal também pediu a Barroso o bloqueio de bens de todos os indiciados inclusive de Temer

 Estadão

No despacho no qual aborda o indiciamento do presidente Michel Temer (MDB) pela Polícia Federal (PF), o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), destaca que o relatório conclusivo do inquérito dos Portos reuniu “provas de diversas naturezas”.

A PF indiciou Temer, sua filha Maristela de Toledo, o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (MDB-PR) – o “homem da mala dos R$ 500 mil” -, o coronel reformado da Polícia Militar João Baptista Lima Filho (o coronel Lima, amigo do presidente), a arquiteta Maria Rita Fratezi (mulher do coronel), além de executivos da empresa Rodrimar e do grupo Libra no inquérito dos Portos.

“De acordo com o Relatório, foram produzidas, no âmbito do inquérito, provas de naturezas diversas, que incluíram colaborações premiadas, depoimentos, informações bancárias, fiscais, telemáticas e extratos de telefone, laudos periciais, informações e pronunciamentos do Tribunal de Contas da União, bem como foram apurados fatos envolvendo propinas em espécie, propinas dissimuladas em doações eleitorais, pagamentos de despesas pessoais por interpostas pessoas – físicas e jurídicas -, atuação de empresas de fachada e contratos fictícios de prestação de serviços, em meio a outros”, relatou Barroso.

Ao todo, onze investigados, inclusive Temer, foram indiciados pelo delegado Cleyber Malta Lopes, por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A PF entregou nesta terça-feira, 16, a conclusão das investigações no gabinete do ministro Luís Roberto Barroso, relator do caso.

O inquérito apurou “se houve favorecimento a empresas concessionárias de terminais portuários e recebimento de vantagens indevidas por autoridades públicas na edição do Decreto nº 9.048, de 10.05.2017 (Decreto dos Portos)”.

A Polícia Federal também pediu a Barroso o bloqueio de bens de todos os indiciados – inclusive de Temer – e a prisão preventiva de quatro deles: do coronel Lima e sua mulher, além de Carlos Alberto Costa e Almir Martins Ferreira, que atuaram respectivamente como sócio e contador do oficial.

O ministro vai aguardar um parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) para decidir sobre esses pedidos. A PGR tem 15 dias para se manifestar.

No despacho, o ministro assinala que a PF afirmou ter produzido provas de “naturezas diversas”, incluindo “colaborações premiadas, depoimentos, informações bancárias, fiscais, telemáticas e extratos de telefone, laudos periciais, informações e pronunciamentos do Tribunal de Contas da União” sobre as supostas irregularidades no decreto dos Portos.

A PF, diz Barroso, teria apurado fatos ao longo do inquérito “envolvendo propinas em espécie, propinas dissimuladas em doações eleitorais, pagamentos de despesas pessoais por interpostas pessoas – físicas e jurídicas -, atuação de empresas de fachada e contratos fictícios de prestação de serviços, em meio a outros”.

Defesas

O advogado Brian Alves, responsável pela defesa do presidente Michel Temer, disse que não se manifestaria porque não teve acesso ao relatório da Polícia Federal.

O advogado Cézar Bittencourt, que defende Rodrigo Rocha Loures, também disse que não teve acesso ao relatório policial e, portanto, “não há como se manifestar globalmente”.

“No entanto, nesse inquérito, Rocha Loures não estava sendo investigado pelos crimes organizado e lavagem de dinheiro. Mas, certamente, não há elementos para a PGR oferecer denúncia contra Rocha Loures”, afirmou o advogado.

Por meio de nota, os advogados Maurício Leite e Cristiano Benzota, responsáveis pela defesa do coronel João Baptista Lima Filho, o coronel Lima, disseram estar “perplexos” com o pedido de prisão feito pela Polícia Federal.

Segundos os advogados, o coronel está “afastado de suas atividades profissionais e, permanentemente, em sua residência cuidando da saúde”. “Sempre foram apresentadas todas as informações solicitadas pelas autoridades, por intermédio de sua defesa, o que torna o pedido de prisão desprovido de fundamento legal”, afirmam os defensores.

Comente

Ministério do Planejamento aponta que RN tem R$ 489 milhões em investimentos parados; Natal tem 25 obras não concluídas desde 2015 - 17/10/2018

Falta de recursos e burocracia paralisam 83 obras no Rio Grande do Norte

 Duplicação da BR-304, em Macaíba, é uma das obras paralisadas no RN

 Entre os anos de 2015 e 2018, o Rio Grande do Norte teve 83 obras paralisadas. O valor dos investimentos ultrapassa R$ 489 bilhões. Os dados são do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e mostram os valores das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

As obras estão divididas entre 38 cidades do Estado. A capital potiguar tem a maior quantidade de empreendimentos paralisados: são 25 obras de mobilidade urbana, saneamento e educação não concluídas. As paralisações foram motivadas pela falta de recursos, falhas nos projetos e problemas na documentação.

Entre a lista de empreendimentos paralisados, está a duplicação da Reta Tabajara (BR-304), que liga Natal à região Oeste do Estado. A obra foi paralisada após questionamentos do Tribunal de Contas da União. O orçamento inicial da obra foi de R$ 156,57 milhões, mas atualmente já chega a R$ 300 milhões.

A responsabilidade das obras se divide entre a União, o Estado e os municípios.

Os ministérios da Educação e o da Saúde são os que mais tem empreendimentos paralisados, tendo 43 e 14 obras paralisadas, respectivamente, aqui no Estado.

Comente

Problema apontado está no mal que plástico provoca no meio ambiente - 17/10/2018

Uso de canudos plásticos está proibido no RN

 O governador Robinson Faria proibiu o uso de canudos plásticos em estabelecimentos comerciais do estado. A Lei Nº 10.439, de 16 de outubro de 2018, foi publicada no Diário Oficial do Rio Grande do Norte desta quarta-feira, 17.

A “Lei entra em vigor 180 dias após a data de publicação”. Ficou determinada a “aplicação de multa nos casos de descumprimento” e também a autorização para os comerciantes “manterem uma reserva ativa de canudos plásticos individuais para uso específico de pessoas com deficiência”.

Quando ainda era um Projeto de Lei em tramitação na Assembleia Legislativa, a medida colocou o estado no debate mundial.

O problema apontado e debatido mundialmente está no mal que o plástico provoca no meio ambiente. O polipropileno e o poliestireno, materiais dos quais geralmente são feitos os canudos, não são biodegradáveis. Uma vez descartados, tendem a ficar no ambiente, desintegrando em pedaços menores, que acabam sendo comidos por animais, provocando então mortes, inclusive no mar. Uma opção que está sendo adotada é substituir o canudo de plástico por canudos de papel.

Comente

Eleições 2018 - 16/10/2018

Ataque de Haddad ao Bispo Macedo provoca indignação em mais de 140 líderes religiosos, inclusive, de diferentes correntes

 Foto: Amanda Perobelli/Reuters 09.10.2018

 O ataque do candidato à Presidência da República Fernando Haddad contra o Bispo Edir Macedo, líder espiritual da Igreja Universal do Reino de Deus, provocou um inédito movimento de solidariedade por parte de lideranças religiosas de diferentes correntes.

Até o momento, 147 representantes e membros de denominações de todo o país repudiaram o atentado do ex-prefeito de São Paulo à Fé Cristã, assinando uma carta de apoio à Universal.

Na manhã desta sexta-feira (12), durante uma entrevista coletiva concedida após participar de uma missa em uma igreja católica na Zona Sul da capital paulista, o candidato pelo Partido dos Trabalhadores (PT) afirmou que o apoio do Bispo Macedo à candidatura de Jair Bolsonaro seria provocado pela “fome de dinheiro” e ainda chamou o líder da Universal de “charlatão fundamentalista”.

Para o Apóstolo Estevam Hernandes Filho, fundador da Igreja Apostólica Renascer em Cristo, a declaração de Haddad não foi um ataque apenas ao Bispo Macedo, mas contra todos os cristãos.

“Essa fala inconsequente demonstra a intolerância, e nós que cremos no amor, na tolerância, a repudiamos com veemência. Ela é inaceitável no momento que estamos passando, lutando para preservar a democracia no País, onde todas as crenças e ideologias precisam ser respeitadas”, declarou o líder da Renascer.

Para ele, “houve um grande desrespeito à Fé e à integridade de um homem de Deus, que é o Bispo Macedo”.

Outra liderança que se solidarizou com o fundador da Universal, foi o presidente do Ministério Sara Nossa Terra, Bispo Robson Rodovalho.

“É lamentável ver o PT, mais uma vez, discriminar os evangélicos e ainda semear a divisão entre as igrejas. Estamos em um país democrático, onde temos liberdade de escolha”, explicou o fundador da Sara Nossa Terra.

Mais uma denominação religiosa que assina a carta de apoio ao Bispo Macedo e à Universal, é a Assembleia de Deus Ministério Santo Amaro, que reúne mais de 800 igrejas, e foi representada pelo Pastor Galdino Júnior.

“Acho inadmissível a fala do candidato do PT, pois ele não desrespeitou somente uma das principais lideranças evangélicas do país, mas mostra claramente sua leviandade para atacar todas as instituições evangélicas que há muitos anos vêm realizando um trabalho social que é dever do governo”, explica o pastor, acrescentando que comprova “um desequilíbrio notável para um homem que pleiteia o cargo mais importante do país”.

Para o Pastor Edson Rebustini, presidente do Conselho de Pastores de São Paulo, “é vergonhoso o candidato à presidência da República Fernando Haddad usar de ofensas e mentiras contra o Bispo Edir Macedo e a igreja cristã no Brasil. Católicos e evangélicos estão unidos em favor da família e contra a máquina de corrupção que o PT criou para financiar seu projeto de poder.”

Leia a relação das lideranças e membros de igrejas que assinaram carta de apoio ao Bispo Edir Macedo e à Universal:

(mais…)

Comente

Eleições 2018 - 16/10/2018

FOTOS: Pichações da facção criminosa Comando Vermelho ameaçam de morte em Fortaleza quem votar em Bolsonaro

Muros de casas na rua Joaquim Frota, no bairro Sapiranga, em Fortaleza-CE, foram pichados com mensagens que ameaçam eleitores da região que pretendem votar no candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL).

“Quem votar no Bolsonaro, vai morrer”, dizia uma das mensagens encontradas pela reportagem do O POVO Online. Outra pichação, com assinatura da facção do Comando Vermelho Rogério Lemgruber (CVRL), repetia as ameaças ao eleitorado do militar da reserva.

 

 

 Mensagem de ameaça a eleitores do Bolsonaro tem assinatura de facção criminosa (Fotos: O POVO)

O candidato disputa a Presidência da República com Fernando Haddad (PT). No primeiro turno, o deputado obteve 46% dos votos válidos, enquanto o ex-prefeito de São Paulo teve 29%.

Em nota enviada ao O POVO Online, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que a Polícia Civil está investigando o caso. Além disso, o órgão acrescentou que apura as circunstâncias acerca do ocorrido para verificar a veracidade da mensagem.

O Povo

Comente

Eleições 2018 - 16/10/2018

Bolsonaro usa em programa eleitoral críticas de Cid Gomes ao PT

O programa eleitoral de Jair Bolsonaro vai explorar o vídeo das críticas feitas por Cid Gomes ao PT.

“Cid Gomes, irmão de Ciro Gomes, fala a verdade que o PT não aceita”, diz o locutor, ao introduzir o discurso do senador eleito.

“Tem que pedir desculpas, tem que ter humildade, tem que ter humildade e reconhecer que fizeram muita besteira”, afirma Cid no trecho exibido na propaganda do PSL.

A insistência de Cid diante das reações negativas da plateia também é exibida:

“É assim? Pois tu vai perder a eleição. Não admitir os erros que cometeram, isso é para perder a eleição e é bem feito. É bem feito perder a eleição. Vão perder feio, porque fizeram muita besteira, porque aparelharam as repartições públicas, porque acharam que eram donos de um país e o Brasil não aceita ter dono, é um país democrático. O Lula está preso, babaca. O Lula está preso. E vai fazer o quê? Isso é o PT, e o PT desse jeito merece perder. Babaca, vai perder a eleição.”

O locutor então conclui: “Nessa eleição, é o Brasil contra o PT”.

O Antagonista

Comente

Em postagem feita no Instagram, grupo de rapazes mostra camisa rasgada de uma escola e faz ameaça de morte. Três foram presos nesta terça (16). - 16/10/2018

PM prende suspeitos de ameaçar alunas de escola particular de Natal em rede social

Por G1 RN

 Postagem feita pelo grupo, na qual alunas de uma escola particular de Natal são ameaçadas — Foto: Reprodução/Instagram

 Postagem feita pelo grupo, na qual alunas de uma escola particular de Natal são ameaçadas — Foto: Reprodução/Instagram

 Policiais militares levaram para a delegacia, na manhã desta terça-feira (16), três jovens suspeitos de estarem fazendo algazarra no Aeroclube, no bairro Tirol, Zona Leste de Natal. O grupo fazia parte da torcida de um colégio que participa dos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte (Jerns 2018). Entre os detidos, segundo a PM, estava um rapaz suspeito de fazer ameaças, por meio das redes sociais, contra alunas de uma escola particular da capital.

A postagem foi feita no Instagram e viralizou no início da semana. Nela, há uma foto na qual aparecem cinco jovens segurando três bonés e uma camisa rasgada com emblemas de uma escola particular da cidade. Abaixo da imagem, a ameaça:

kkkkkk oi meninas / não andem na rua com / as blusinhas do / (nome da escola) ou vc ira ser / abordada por esses / gatos ou morrer”.

 Jovens foram detidos no Aeroclube de Natal, suspeitos de estarem fazendo uma algazarra em uma partida dos Jerns — Foto: PM/Divulgação

 

Comente

Vínculo é renovado anualmente até o período máximo de oito anos. Ao todo, 3º Distrito Naval oferece 29 oportunidades em seis estados do Nordeste, sendo 9 - 16/10/2018

Marinha abre concurso para vagas temporárias com salários de R$ 11 mil no RN

Por G1 RN

 Comando do 3º Distrito Naval da Marinha, em Natal — Foto: Marinha do Brasil/Divulgação

 Comando do 3º Distrito Naval da Marinha, em Natal — Foto: Marinha do Brasil/Divulgação

 A Marinha do Brasil abriu processo seletivo para oficiais temporários do Comando do 3º Distrito Naval. Ao todo, são oferecidas 29 vagas para ensino superior distribuídas pelos estados de Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. No RN, os aprovados para nove vagas serão lotados em Natal.

O salário bruto inicial é de cerca de R$ 11 mil, com gratificações inclusas. O Serviço Militar Voluntário de Oficiais (SMV-OF) tem um vínculo que pode durar até oito anos, sem a possibilidade de estabilidade.

Os candidatos interessados - homens e mulheres maiores de 18 anos no dia 31 de dezembro de 2019 - devem efetuar inscrição no site da Marinha do Brasil e escolher a opção "Serviço Militar Voluntário". As inscrições custam R$ 127 e seguem abertas até 31 de outubro.

Veja a distribuição de vagas no RN:

 

  • Nutrição (2)
  • Enfermagem (1)
  • Fisioterapia (1)
  • Comunicação Social – Jornalismo (1)
  • Psicologia (1)
  • Engenharia Ambiental (1)
  • Engenharia de Telecomunicações (1)
  • Engenharia de Produção (1)

Comente

Em São Paulo, maior consumidor do País e com mais postos pesquisados, o litro da gasolina subiu 0,67% na semana passada, de R$ 4,469 para R$ 4,499, em média - 16/10/2018

Rio Grande do Norte e outros quatro estados têm recuo no preço da gasolina

 Na média nacional, os preços médios avançaram 0,47% entre as semanas, de R$ 4,700 para R$ 4,722

 Agência Estado

O valor médio da gasolina vendido nos postos brasileiros subiu em 22 Estados brasileiros na semana passada, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), compilados pelo AE-Taxas. Apenas em Alagoas, Distrito Federal, Minas Gerais, Rio Grande do Norte e em Sergipe houve recuo entre as semanas.

Na média nacional, os preços médios avançaram 0,47% entre as semanas, de R$ 4,700 para R$ 4,722.

Em São Paulo, maior consumidor do País e com mais postos pesquisados, o litro da gasolina subiu 0,67% na semana passada, de R$ 4,469 para R$ 4,499, em média.

No Rio de Janeiro, o combustível saiu de R$ 5,070 para R$ 5,116, em média, alta de 0,91%.

Em Minas Gerais houve leve recuo no preço médio da gasolina de 0,04%, de R$ 4,953 para R$ 4,951 o litro.

Comente

Atual governador do Rio Grande do Norte diz que vai se dedicar para entregar um Estado equilibrado financeiramente ao seu sucessor no executivo estadual - 16/10/2018

Robinson Faria adota neutralidade para o segundo turno das eleições

 Robinson Faria

 O governador Robinson Faria (PSD) vai adotar a neutralidade no segundo turno das eleições para o Governo do Estado e Presidência de República. Com a tentativa frustrada de se reeleger ao cargo, ficando em terceiro lugar na disputa do primeiro turno, obtendo pouco mais de 190 mil votos, ele diz que vai se dedicar para entregar um Estado equilibrado financeiramente ao seu sucessor no executivo estadual.

“Vou ficar neutro. Não vou tomar posição política. Não quero falar bem ou mal dos candidatos envolvidos na disputa. Se o povo não me quis no segundo turno, cabe a mim ficar na neutralidade, e em silêncio. Também não vou me posicionar com relação aos que disputam a presidência”, disse Robinson Faria, em entrevista para a rádio 98 FM.

O segundo turno no Rio Grande do Norte será disputado por Fátima Bezerra (PT) e Carlos Eduardo Alves (PDT).

Com o término do mandato, ele pretende retornar ao setor privado a partir de 1 de janeiro de 2019. “Depois de 32 anos de vida pública, como sempre fui empresário, eu vou voltar para o setor privado. Quero cuidar da minha vida e dos meus filhos”, relata. No entanto, ele não descarta voltar para a vida a pública no futuro.

Robinson também reforça que irá entregar um Rio Grande do Norte melhor do que recebeu. “Vou trabalhar com motivação até o último dia de governo. Vou entregar um Estado muito melhor do que recebi. Realizei mil e duzentas obras, apesar de ter recebido um Estado falido, com sete anos de seca e sem ajuda da bancada federal”, diz.

Na opinião do atual chefe do executivo, o resultado adverso obtido nas urnas deste ano tem nome e sobrenome: atraso salarial. O Governo do Estado não cumpre com o calendário de pagamentos há dois anos. O 13º salário de 2017 de parte dos servidores ainda não foi pago. “O servidor puniu quem o protegeu. A minha opção, com o coração solidário, era perseverar – tentando vencer a crise para colocar a folha em dia – ou ter tomado a medida drástica que era de demitir até 20 mil servidores estaduais”, aponta.

Segundo Robinson Faria, o Governo do Estado poderia realizar o corte de servidores – comissionados e efetivos – com o objetivo de se adaptar aos ditames da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). “Quando se ultrapassa quatro quadrimestres acima do limite legal, o governador fica autorizado a demitir servidores comissionados e efetivos. Eu poderia, numa canetada, demitir 20 mil pessoas. O servidor que eu não demiti acabou não entendo minha posição. Ficaram com a sensação de raiva e revolta. Os atrasos de salários fizeram com que a população não votasse em mim. Joguei fora minha reeleição para proteger 20 mil servidores”, lamenta.

Ainda de acordo com o governador, a crise na segurança também afetou o resultado nas urnas. Em 2017, o Rio Grande do Norte registrou 68 homicídios por grupo de 100 mil habitantes, o que representa uma das taxas mais altas de todo o país. No entanto, ele avalia que combater a violência não deve ser uma obrigação apenas dos Estado. “O Brasil precisa discutir a segurança pública. É preciso discutir a legislação e o apoio financeiro para os Estados. É preciso que o Governo Federal, Estados e Municípios atuem de forma harmônica”, explica.

Sobre as realizações do governo, Robinson Faria aponta para a ampliação da rede de unidades hospitalares capacitadas para realizar cirurgias ortopédicas. Os hospitais regionais de Pau dos Ferros e Caicó, por exemplo, já promovem intervenções cirúrgicas.

O chefe do executivo também considera importante as ações para garantir segurança jurídica ao setor empresarial. “Vou entregar um Estado com segurança jurídica. E isso vai trazer novos investimentos; é uma ponte para o futuro. Mais de 70% da produção de energia eólica do Rio Grande do Norte nasceu no governo de Robinson Faria. Criamos as condições para que as empresas estrangeiras se instalassem por aqui”, finaliza. Fonte Agora RN.

Comente

Segundo ele, a reforma da Previdência está “formatada e pronta” - 16/10/2018

Temer diz acreditar na aprovação da reforma da Previdência este ano

Por Pedro Peduzzi/Agência Brasil

 

 O presidente Michel Temer disse ter havido uma “trama” para impedi-lo de completar as reformas pretendidas por seu governo, mas que isso não tira sua esperança de aprovar, ainda em 2018, a reforma da Previdência, bem como algumas medidas de simplificação tributária. Durante palestra ministrada nesta terça-feira (16) na Associação Comercial do Paraná, Temer manifestou-se contrário à convocação de uma Assembleia Constituinte – possibilidade aventada e já descartada por integrantes das equipes dos dois candidatos que concorrem à Presidência da República.

“Faltaram [para meu governo] as reformas da Previdência e a tributária. São duas reformas que eu completaria se não fosse uma trama montada lá atrás para me impedir de levar a reforma da Previdência. Naquele período, tínhamos os votos contados para aprovar a da Previdência, mas houve uma trama que impediu exatamente por conta dos privilégios”, disse o presidente.

Segundo ele, a reforma da Previdência está “formatada e pronta” para ser votada pelo Congresso Nacional. “Teremos dois meses e pouco para realizá-la, mas isso dependerá da vontade do presidente a ser eleito. Quem sabe consigamos fazê-la ainda neste ano”, disse o presidente. “E quem sabe consigamos fazer ainda este ano uma simplificação tributária, além de realizar a reforma previdenciária. Seria um fecho, como costumo dizer, de um governo reformista, que trouxe o país para o século 21. Reconheço que não será fácil, mas seria uma coisa extraordinária”, acrescentou.

Comente

Quadrilha acessou os caixas, mas não conseguiu violar os caixas eletrônicos - 16/10/2018

Bandidos invadem agência e tentam arrombar caixa eletrônico em Candelária

 Bandidos tentaram roubar um caixa eletrônico de uma agência do Banco Bradesco na madrugada desta terça-feira, 16, em Candelária, zona Sul de Natal. Os bandidos arrombaram a porta dos fundos por volta das 3h e com maçaricos tentaram abrir os terminais eletrônicos.

Porém, o bando que era composto por cinco pessoas não conseguiu acessar os valores, pois o sistema de segurança do local contatou o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), que acionou a Polícia Militar (PM).

A quadrilha foi informada por outro membro que estava no estacionamento sobre a aproximação da PM e o grupo fugiu do local antes da chegada dos policiais. Durante a fuga, os bandidos estilhaçaram um dos vidros da entrada do banco. Os policiais realizaram rondas pela região, mas ninguém foi preso.

**Com informações da Polícia Militar

Comente

Eleições 2018 - 16/10/2018

Como votos em branco e nulos podem beneficiar Bolsonaro no 2º turno

Urna eletrônica: Votos brancos e nulos para presidente somaram 8,79% do total no primeiro turno da eleição de 2018

 TSE Votos brancos e nulos para presidente somaram 8,79% do total no primeiro turno da eleição de 2018

 Conquistar parte dos votos brancos e nulos é um dos desafios que o candidato à Presidência Fernando Haddad (PT) precisaria superar para vencer o líder no primeiro turno, Jair Bolsonaro (PSL).

Haddad tem 41% das intenções de voto, de acordo com a pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira, 15 de outubro. Bolsonaro tem 59%. Como a diferença na intenção de votos é alta – 18 pontos –, Haddad precisaria não apenas atrair os votos que foram para outros candidatos no primeiro turno, mas convencer alguns dos que votaram em branco e nulo a se posicionarem, segundo o sociólogo Thiago de Aragão, da Arko Consultoria.

Isso porque, na prática, esses votos ajudam quem está na frente na disputa - como não são contabilizados entre os votos válidos, facilitam a obtenção de maioria pelo líder nas pesquisas. A mesma lógica vale para as abstenções.

Embora historicamente o número de brancos e nulos sempre seja menor no segundo turno, os especialistas afirmam que não necessariamente a tendência vai se repetir no segundo turno em 2018, porque o pleito deste ano é extremamente atípico.

"A comparação (com outros anos) é problemática", explica o cientista político Fábio Wanderley Reis, professor da UFMG. "Estamos diante de uma situação sui generis."

Entre as características singulares do pleito deste ano está o fato de que as alianças partidárias e o tempo de TV tiveram muito menos importância do que em outros anos, por exemplo, com a internet e as redes sociais assumindo um papel muito maior.

 Neste ano, os nulos e brancos somaram 8,79% do total de votos no primeiro turno - um número que está na média dos registrados nas eleições presidenciais desde o fim da ditadura. O menor índice foi de 6,4% em 1989 e o maior, de 10% em 2002 e em 2014.

Em 2014, votos brancos e nulos somaram 10% do total no primeiro turno e caíram para 6% no segundo. Em 2010, eles foram 7,1% no primeiro turno e 6,7% no segundo.

Já as abstenções (pessoas que simplesmente não vão votar) tradicionalmente aumentam: foram 19% dos eleitores registrados no primeiro turno de 2014 e 21% no segundo.

De acordo com a última pesquisa Ibope, a intenção de nulos e brancos para o segundo turno é ligeiramente superior à registrada no primeiro, de 9%.

 Gráfico: O número de brancos e nulos costuma ser menor no segundo turno

Comente

Eleições 2018 - 16/10/2018

Análise: Pesquisas indicam que Bolsonaro é eficaz ao aumentar rejeição a Haddad

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro

 © Wilton Junior/Estadão O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro.

 A pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada nesta segunda-feira, 15, aponta Jair Bolsonaro com 59% das intenções de voto contra 41% para Fernando Haddad, considerando-se apenas os votos válidos. A diferença a favor do candidato do PSL é muito expressiva: são 18% de vantagem. Os números têm se mostrado estáveis. Napesquisa Datafolha de 10 de outubro, Bolsonaro obteve 58% das intenções de voto, enquanto que para Haddad este número foi de 42%. Considerando-se as margens de erro, nenhuma alteração significativa.

Entretanto, alguns dos indicadores na pesquisa Ibope podem ser observados com mais atenção. Note-se que a rejeição a Haddad agora é maior do que a de seu adversário: 47% dos pesquisados afirmam que não votariam nele em hipótese alguma enquanto que para Bolsonaro a rejeição é de 35%.

Considerando-se que a campanha eleitoral em rádio e televisão foi reiniciada, a pesquisa desta segunda-feiraparece indicar que Bolsonaro estaria sendo mais eficaz do que Haddad em provocar o aumento da rejeição a seu concorrente.

Este parece ser o resultado de campanhas em que as propostas de governo de ambos continuam sendo muito vagamente expostas e pouco exploradas pelos candidatos, que continuam apostando no ataque aos pontos que consideram negativos em seu concorrente. Campanhas que, desde o início, no primeiro turno, investem nos conflitos no campo moral e cultural e pouco ou quase nada nas questões econômicas e estruturais do Brasil. Mesmo com a retirada de Lula das imagens e a mudança nas cores, eliminando o tradicional vermelho do PT e adotando o verde-amarelo, o resultado para Haddad pouco apareceu.

Se o método é apostar no populismo na comunicação e na vaguidão de propostas, ao que tudo indica, Bolsonaro e sua equipe têm aplicado esta técnica com mais eficácia que Haddad e seu grupo.

A persistirem estes números, Bolsonaro pode vencer a corrida presidencial com larga margem de vantagem. E ainda não se pode deixar de considerar que parece haver muitos eleitores que evitam declarar publicamente sua opção por Bolsonaro, mas cujos votos podem produzir uma vantagem numérica ainda maior. O primeiro turno mostrou isso concretamente, dada a expressiva diferença de votos em favor de Bolsonaro que não foi captada em tempo pelos institutos de pesquisa.

* É PROFESSOR DE FILOSOFIA DA FAAP

Comente