Supermercados, lojas de rua e bancos não abrem. Nos shoppings funcionam apenas os cinemas e praça de alimentação. - 30/04/2017

Confira o horário do funcionamento do comércio em Natal no feriado de 1º de maio

Supermercados, lojas de rua e bancos não abrem. Nos shoppings funcionam apenas os cinemas e praça de alimentação. (Foto: Jonathan Lins/G1)

a próxima segunda-feira (1º) é comemorado o Dia do Trabalhador, e em função disso o comércio da capital potiguar vai funcionar em horário diferenciado. Supermercados, lojas de rua e bancos não abrem. Nos shoppings funcionam apenas os cinemas e praça de alimentação.

O feriado do trabalhador é protegido pela convenção coletiva, em que o comércio fecha de maneira geral, inclusive instituições financeiras e poder público, funcionando apenas as atividades básicas como hospitais, alimentação e lazer.

Confira os horários do comércio:

 

Comércio de Rua

 

 

  • Fechado

 

 

Shopping Midway Mall

 

 

  • Lojas e quiosques: Fechados
  • Praça de Alimentação e Lazer: 11h às 22h
  • Cinema: Funciona na programação normal

 

 

Natal Shopping

 

 

  • Lojas e quiosques: Fechados
  • Praça de Alimentação e Lazer: 11h às 22h
  • Cinema: Funciona na programação normal

 

 

Praia Shopping

 

 

  • Lojas e quiosques: Fechados
  • Praça de Alimentação e Lazer: A partir das 11h
  • Cinema: Funciona na programação normal

 

 

Shopping Cidade Jardim

 

 

  • Lojas e quiosques: Fechados
  • Praça de Alimentação : Abertura facultativa, a partir das 11h

 

 

Partage Norte Shopping

 

 

  • Lojas e quiosques: Fechados
  • Praça de Alimentação e lazer: 11h às 22hs

 

 

Shopping Via Direta

 

 

  • Fechado

 

 

Supermercados

 

 

  • Fechados

 

 

Bancos

 

 

  • Fechados.
  • Fonte G1 RN

Comente

Ele é o mais antigo dos onze ministros. Se sair, significa que o presidente Michel Temer, mantido no cargo, poderá indicar seu segundo ministro em 2018 - 30/04/2017

Ministro Celso de Mello admite que já pode deixar STF neste ano

w45uw8

O decano é um frequente consumidor dos sanduíches

O ministro Celso de Mello está começando a sair do Supremo Tribunal Federal (STF), onde é juiz há quase 28 anos. É o mais antigo dos onze ministros – o decano, como se diz. “Pode ser que este seja o meu último ano aqui”, disse ele ao Estado, em seu gabinete, na noite já avançada da terça-feira passada.

Se for, significa que o presidente Michel Temer, mantido no cargo, poderá indicar seu segundo ministro em 2018. “De todo modo, se não for neste ano, eu certamente não pretendo ficar até os 75”, afirmou o ministro. É a idade limite para o cargo, que, aos 71 anos, só atingirá em 2021.

“Já vou caminhando para 48 anos de serviço público (os outros 20 foram no Ministério Público de São Paulo) e está na hora de parar um pouco”, complementou, na única mesa vazia de seu amplo gabinete no terceiro andar do anexo 2. As outras duas mesas estavam tomadas por processos em andamento. O acervo do decano registrava, naquela terça-feira, 3.298 processos, quarto lugar no ranking dos onze ministros (o primeiro é Ricardo Lewandowski, com 3.020; o último, para não variar, Marco Aurélio Mello, com 7.639).

O ministro tem um visível e crônico problema no quadril, com o desgaste do osso do fêmur, que o obriga a andar de bengala, se a distância é curta, ou de cadeira de rodas, se é maior, como tem feito em shoppings de São Paulo, que frequenta eventualmente com as duas filhas, ambas publicitárias.

“Estou com a mobilidade cada vez mais reduzida, e é uma dor 24 horas, todo dia”, contou o paulista de Tatuí (que volta e meia aparece na conversa). “Não posso tomar anti-inflamatórios, que me fazem subir a pressão. Então tenho que tomar analgésicos comuns, que já não fazem mais efeito. Vou ter que fazer uma cirurgia, para colocar uma prótese de quadril. Já fiz uma série de exames, só falta marcar a data. Mas eu preciso fazer, ainda neste ano, porque está ficando a cada dia mais difícil.”

E por que já não marcou? “A minha família me pressiona, mas eu me preocupo com o volume de serviço que tem aqui. Talvez tenha que ficar dois meses de licença. E isso vai onerar os outros ministros.” Não se aborreceu, data vênia, com o comentário “é melhor parar por bem do que parar por mal”. Sopesou, olhou para a bengala encostada na parede próxima, e disse: “É. Eu vou marcar”. Agora RN.

Comente

Fim da franquia de bagagem é um pedido antigo do setor aéreo, que argumenta, ainda, que a medida aproxima as normas brasileiras das internacionais - 30/04/2017

Cai liminar que proibia companhias aéreas de cobrarem por bagagem

bagagem

Medida cautelar foi derrubada por juiz cearense

A Justiça Federal no Ceará derrubou a liminar que impedia as companhias aéreas de cobrarem pelas bagagens despachadas. No fim de 2016, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) havia liberado a cobrança a partir de 14 de março deste ano. Na véspera de a medida entrar em vigor, porém, o juiz José Henrique Prescendo, da 22ª Vara Cível Federal, em São Paulo, a derrubou em caráter liminar.

Agora, o Superior Tribunal de Justiça reconheceu que o processo que tramita no Estado de São Paulo é similar a outro que corre no Ceará. Como o do Ceará é anterior ao de São Paulo, cabia ao juiz Alcides Saldanha Lima, da 10ª Vara Federal, no Ceará, decidir. Na sexta-feira, 28, ele liberou a cobrança, que passa a valer assim que a decisão for publicada. As companhias aéreas, apesar de já terem divulgado o valor que cobrarão pelas malas, ainda não haviam definido quando começarão a aplicar a medida.

Para Lima, a cobrança pela bagagem despachada beneficia o consumidor que hoje viaja sem mala e acaba subsidiando o que despacha.

“A disciplina do transporte de bagagem anterior à Resolução nº 400/2016 (que permite a cobrança) é significativamente mais prejudicial aos consumidores, pois obriga a quem viaja sem bagagem a subsidiar, no preço de sua passagem, aqueles poucos passageiros que se utilizam de todo o limite da franquia, pois hoje não há a opção para aquele consumidor que pretende viajar com pouca bagagem de adquirir uma passagem aérea mais barata com a dispensa da franquia de bagagem (im)posta à sua disposição”, escreveu o magistrado.

As companhias aéreas afirmam que a resolução da Anac reduzirá as tarifas dos passageiros que viajam apenas com bagagem de mão. No sábado, 29, a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) divulgou uma nota em que diz que a decisão de Lima permitirá uma “justiça tarifária”. “As companhias poderão fazer promoções e diferenciar suas tarifas – o que hoje é proibido. Isso naturalmente acirrará a concorrência entre as empresas, o que beneficiará todos os passageiros.”

Na decisão em que havia proibido a cobrança, no entanto, o juiz Prescendo afirmava que a norma da agência de aviação deixa o passageiro “inteiramente ao arbítrio e ao eventual abuso econômico” por parte da empresa e representa venda casada (da passagem e do direito de despachar uma mala).

Comente

Vítima fatal ainda não foi identificada, mas sabe-se que era a pessoa que pilotava a moto; ônibus saiu de São Paulo do Potengi e seguia para São José de M - 30/04/2017

Homem morre após ônibus colidir com motocicleta na RN-203 neste domingo

Foto: Divulgação / PM

Ônibus capotado

Um homem morreu após um ônibus colidir com uma motocicleta na RN-203 na manhã deste domingo 30, precisamente entre os municípios de São Pedro e São Paulo do Potengi, distantes aproximadamente 60km da capital Natal.

A vítima fatal ainda não foi identificada, mas sabe-se que era a pessoa que pilotava a moto. Não se tem informações precisas sobre quantos passageiros do ônibus ficaram feridos e nem de quantos aquele veículo carregava. O ônibus é caracterizado como de excursões.

Logo depois de ter colidido com a motocicleta, o motorista do ônibus perdeu o controle do veículo, saiu da pista e acabou capotando. Segundo informações da Polícia Militar, ele saía do município de São Paulo do Potengi e tinha como destino a lagoa da Boa Água, em São José de Mipibu, na região metropolitana de Natal. Fonte AgoraRN.

Comente

Pesquisa - 30/04/2017

Lula lidera e Bolsonaro chega a 2º lugar, diz Datafolha

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém-se na liderança na corrida para a Presidência em 2018 segundo a primeira pesquisa do Datafolha após a delação da Odebrecht à Operação Lava Jato. Apesar de ser um dos nomes citados nos depoimentos, Lula chega a 30% das intenções de votos e amplia a distância dos demais possíveis candidatos.

Marina Silva (Rede) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) aparecem em seguida. O político de extrema direita subiu de 9% para 15% e de 8% para 14% nos cenários em que disputam, respectivamente, os tucanos Aécio Neves e Geraldo Alckmin. Em ambos os casos Bolsonaro surge tecnicamente empatado com Marina. Em simulações de segundo turno, a candidata da Rede e o juiz Sérgio Moro são os únicos que vencem Lula.

A pesquisa também aponta que nomes relevantes do PSDB e o atual presidente Michel Temer (PMDB) sofrem com altos índices de rejeição. Temer, com 64%, lidera o ranking, seguido por Lula (45%), Aécio (44%) e Alckmin (28%). Quem ganha com a queda da popularidade dos colegas do PSDB é João Dória. Com baixa rejeição (16%), o prefeito de São Paulo desponta como um possível presidenciável. Contudo, ainda surge abaixo de Lula, Marina e Bolsonaro nas intenções de votos em um primeiro turno.

 

Arquivado em:Brasil, Política

Comente

Capital ficou bem na pesquisa do buscador de hotéis - 30/04/2017

Natal é o sexto destino do Brasil, diz Trivago

A Trivago liberou uma lista com os 25 destinos mais buscados em terras nacionais, que foi divulgada pelo portal do Ministério do Turismo trazendo novos nomes.

Apesar do ranking constar com alvos já conhecidos, como o Rio de Janeiro, mostra que a linda Gramado, na Serra Gaúcha, que é voltada completamente para o turismo, está em segundo lugar e que, Florianópolis, a então Ilha da Magia que já esteve em primeiro, caiu para a 15ª posição.

Confira a lista segundo a Trivago: Rio de Janeiro, Gramado, Porto Seguro, Arraial do Cabo, Armação dos Búzios, Natal, Paraty, Porto de Galinhas, Cabo Frio, Ubatuba, Caldas Novas, Campos do Jordão, Foz do Iguaçu, Praia da Pipa, Florianópolis, São Paulo, Fortaleza, Maceió, Ilhabela, João Pessoa, Guarujá, Olímpia, Morro de São Paulo, São Sebastião, Jijoca de Jericoacoara Fonte Portal noar.

Comente

Lava Jato - 30/04/2017

'PF levantou meu colchão atrás de dinheiro',diz Lula sobre Lava Jato

'PF levantou meu colchão atrás de dinheiro',diz Lula sobre Lava Jato: O ex-presidente também citou uma frase do líder da Revolução Cubana, Fidel Castro

© Reuters O ex-presidente também citou uma frase do líder da Revolução Cubana, Fidel Castro

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é um críticos dos rumos da Operação Lava Jato contra ele e afirmou neste sábado (29) que as investigações não se dão por conta de corrupção, e sim "pelo seu jeito de governar".

O petista participou de um ato em Defesa do Polo Naval do Rio Grande (RS). 

Em seu discurso, o ex-presidente citou uma frase do líder da Revolução Cubana, Fidel Castro, e disse: "a história me absolverá".

O UOL destaca que Lula esteve no evento ao lado da ex-presidente Dilma Rousseff e de outros parlamentares do PT.

Lula disse que seu depoimento ao juiz Sergio Moro, marcado para o dia 10 de maio, será "a primeira chance" que terá para "falar sobre o que estão fazendo comigo".

Em relação a ação da polícia, o petista comentou: "A PF até levantou meu colchão atrás de dinheiro", disse.

O ex-presidente Lula é réu em cinco ações judiciais, sendo três no âmbito da Lava Jato. msn.

Comente

Lava Jato - 30/04/2017

Dilma sofre de ‘amnésia moral’, diz Santana

DILMA: João Santana orienta a então candidata à Presidência Dilma Rousseff, durante debate nas eleições de 2010

O uso de caixa 2 na campanha eleitoral de Dilma Rousseff (PT) em 2014 reforçou a percepção de que os políticos brasileiros sofrem de “amnésia moral”, disse em depoimento sigiloso à Justiça Eleitoral o marqueteiro João Santana, responsável pelas campanhas do PT à Presidência da República em 2006, 2010 e 2014. Segundo o publicitário, Dilma “infelizmente” sabia do uso de recursos não contabilizados em sua campanha e se sentia “chantageada” pelo empreiteiro Marcelo Odebrecht.

De acordo com Santana, a petista teria sido uma “Rainha da Inglaterra” em se tratando das finanças de sua campanha, não sabendo de todos os detalhes dos pagamentos efetuados.

No entanto, indagado se a presidente cassada tinha conhecimento de que parte das despesas era paga via caixa 2, o marqueteiro foi categórico: “Infelizmente, sabia. Infelizmente porque, ao me dar confiança de tratar esse assunto, isso reforçou uma espécie de amnésia moral, que envolve todos os políticos brasileiros. Isso aumentou um sentimento de impunidade”.msn.

Comente

Delegado Renato Oliveira frisou que vai investigar o caso a fundo para que o ataque não se repita - 29/04/2017

Prefeito Alan Silveira aciona polícia após ataque de hackers aos sistemas da Prefeitura de Apodi

Foto: Divulgação

Prefeito de Apodi na delegacia

Após ter disso alvo de ataque com fogo no mês passado, a Prefeitura de Apodi, localizada no Oeste do Rio Grande do Norte, foi novamente alvo de criminosos nesta semana. Desta vez o ataque aconteceu pela internet. Pelo menos dois sistemas de trabalho foram “derrubados” por hackers.

A ação criminosa aconteceu na quarta-feira (26). Conhecido como “DDos ATACK” pelos profissionais da informática, a invasão hacker deixou os sistemas de tributação e da folha de pagamento indisponíveis por cerca de 16 horas seguidas.

Os sistemas só voltaram a funcionar após a empresa DH Host, prestadora do serviço, identificar a origem do ataque. Por conta do problema, não foi possível a finalização da folha de pagamento dos servidores municipais pela Secretaria de Finanças.

Após chegar de Natal, onde cumpria agenda administrativa, o prefeito de Apodi, Alan Silveira, procurou a Delegacia de Polícia Civil do município para denunciar o ataque.

O prefeito, juntamente com o secretário de Finanças, Railton Diógenes, fizeram o boletim de ocorrência no final da tarde desta quinta-feira (27), para que o caso seja investigado. Os trabalhos serão coordenados pelo delegado Renato Oliveira.

“Queremos que os responsáveis sejam identificados e punidos pelo que fizeram. O crime pode parecer leve, mas não deixa de ser um crime. Toda uma equipe ficou sem trabalhar por conta disso, além dos servidores que poderiam receber os seus salários mais cedo, mas não vão por causa disso”, frisou Alan.

O delegado Renato Oliveira frisou que vai investigar a fundo para que o ataque não se repita. Fonte Agora RN.

Comente

Presidente lamentou 'casos isolados de violência' ocorridos no Rio de Janeiro, onde manifestantes entraram em confronto no Aeroporto Santos Dumont - 29/04/2017

Michel Temer emite nota oficial após manifestações contra reformas em todo o Brasil

michel temer

Temer, presidente

O presidente da República, Michel Temer (PMDB), emitiu nota oficial para comentar as manifestações realizadas em todo o país ao longo desta sexta-feira 28 contra as reformas trabalhista e da Previdência, propostas pelo seu governo. O peemedebista frisou que não houve repressões em nenhum lugar do Brasil e lamentou casos ‘isolados’ de violência, como o ocorrido no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

Leia a nota na íntegra:

As manifestações políticas convocadas para esta sexta-feira ocorreram livremente em todo país. Houve a mais ampla garantia ao direito de expressão, mesmo nas menores aglomerações. Infelizmente, pequenos grupos bloquearam rodovias e avenidas para impedir o direito de ir e vir do cidadão, que acabou impossibilitado de chegar ao seu local de trabalho ou de transitar livremente. Fatos isolados de violência também foram registrados, como os lamentáveis e graves incidentes ocorridos no Rio de Janeiro.

O governo federal reafirma seu compromisso com a democracia e com as instituições brasileiras. O trabalho em prol da modernização da legislação nacional continuará, com debate amplo e franco, realizado na arena adequada para essa discussão, que é o Congresso Nacional. De forma ordeira e obstinada, o trabalhador brasileiro luta intensamente nos últimos meses para superar a maior recessão econômica que o país já enfrentou em sua história. A esse esforço se somam todas as ações do governo, que acredita na força da unidade de nosso país para vencer a crise que herdamos e trazer o Brasil de volta aos trilhos do desenvolvimento social e do crescimento econômico.

Michel Temer
Presidente da República

Comente

Deputado votou contra a reforma trabalhista - 29/04/2017

Antonio Jácome perderá espaços no governo Temer

O presidente Michel Temer listou cerca de 25 parlamentares que terão seus aliados demitidos de cargos públicos por terem votado contra o governo na proposta de mudança da legislação trabalhista e também por não apoiarem a reforma da Previdência.

A estratégia do Palácio do Planalto é tirar os cargos dos parlamentares considerados infiéis e transferir as nomeações para outros, em troca dos votos desses deputados na reforma da Previdência.

No Rio Grande do Norte, o deputado Antonio Jácome está na lista de infiéis.

Há nomes de dez partidos, como o PMDB (sigla do presidente), o PP (do líder do governo) e o PSB —este declarou posição contrária às reformas e deve ser o mais atingido.

As informações são do jornal Folha de S. Paulo

Comente

Deputado foi alvo de críticas durante manifestações - 29/04/2017

Rogério: “Protesto é para manter privilégios das corporações e PT é face atrasada da política”

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB), relator do projeto de modernização das leis trabalhistas, criticou os atos de violência registrados pelo país durante as manifestações desta sexta-feira (28), assim como as ações que impediram a população de se locomover.

“Alguns fascistas travestidos de manifestantes atacam população. Não entendem que direito à greve é daqueles que dela querem participar, não é licença para impor e intimidar outros como milícias bolivarianas”, disse o parlamentar por meio de suas redes sociais.

Segundo Rogério, os brasileiros não podem permitir que “a realidade da Venezuela se transporte para o Brasil”. O tucano disse que o “medo de perdas de privilégios de corporações é a alma do protesto. PT e esquerda brasileira são face atrasada da política com pauta corporativista do século XIX, defendem privilégios e corporações contra o povo”.

Um dos itens mais polêmicos da modernização das leis trabalhistas é justamente o fim do imposto sindical obrigatório, alvo de críticas dos sindicalistas durante os debates do projeto na Câmara. Caso a proposta seja aprovada no Senado e sancionada, o trabalhador terá o direito de escolher se paga ou não a contribuição ao seu sindicato. Fonte Portal noar.

Comente

O número foi divulgado pelos manifestantes, mas a Polícia Militar não confirmou - 29/04/2017

Cerca de 50 mil participam de Greve Geral no RN

O protesto intitulado Greve Geral cerca de 50 mil pessoas na tarde desta sexta-feira, 28, em Natal. O número foi divulgado pelos manifestantes, mas a Polícia Militar não confirmou.

Entre os manifestantes estavam servidores públicos, estudantes, sindicalistas e grupos da sociedade civil. Funcionários dos Correios foram ao protesto fardados. “É a perca de nossos direitos. Hoje Temer quer terceirizar nossa empresa. Isso tira postos de colegas nossos. Tira nossos empregos”, diz Esiedla Andrade, funcionária dos Correios, sobre a terceirização.

A Polícia Militar informou por meio da assessoria de comunicação que não irá divulgar estimativa e considerou o manifesto pacífico e tranquilo. “Estamos com nossas equipes nas ruas acompanhando e não houve nenhuma ocorrência grave, esperamos que siga assim até o fim”, afirmou o major Eduardo Franco. Fonte Portal noar.

Comente

Temer O Presidente das Reformas - 29/04/2017

'Quero ser conhecido como o presidente que fez as grandes reformas', diz Temer

Entrevista SBT - Ratinho - Michel Temer: Presidente Michel Temer disse que a reforma da Previdência não traz "nenhum" prejuízo aos mais pobres em entrevista concedida ao apresentador Carlos Massa, do SBT

O presidente da República, Michel Temer, voltou a defender a reforma trabalhista, aprovada nesta semana na Câmara dos Deputados. "Vai dar maior segurança jurídica para o empregador e o empregado. Estamos fazendo isso para reformar o Brasil e gerar emprego", disse em entrevista ao "Programa do Ratinho", do SBT, gravada durante a semana e veiculada na noite desta sexta-feira.

De acordo com Temer, a reforma da Previdência não traz "nenhum" prejuízo aos mais pobres. Além disso, "quem já se aposentou não perde nenhum direito", frisou. Com relação à aposentadoria rural, o presidente comentou que o governo está "mantendo basicamente o que existe". "Ouvimos o Congresso Nacional, que disse que não poderia negociar (a aposentadoria rural). A questão do trabalhador continua igual, sem prejuízos."

Ainda em relação à reforma da Previdência, tema que ocupou a maior parte dos 30 minutos de entrevista, Temer disse que haverá "igualdade" entre funcionários públicos e privados. "Políticos não terão aposentadoria diferenciada. Essa reforma deveria ter acontecido há 10 anos. Alguns países tiveram de congelar salários de servidores e de aposentados por quatro ou cinco anos para realizar a reforma da Previdência."

Para o presidente, caso tal reforma não passe no Congresso, o "desemprego não vai diminuir". "O desemprego já está caindo e cairá substancialmente mais após a reforma da Previdência." Por fim, Temer garantiu que aposentados com até dois salários mínimos poderão acumular pensão por morte.

Dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 28, indicam que a taxa de desocupação no Brasil ficou em 13,7% no trimestre encerrado em março de 2017, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua). Com isso, a população desempregada atingiu o recorde de 14,2 milhões de pessoas. msn.

Comente

Ministro considerou que o número de pessoas que foram para as ruas deixou o Planalto animado para avançar com as reformas - 28/04/2017

Ministro diz que adesão à greve geral deixou governo animado para avançar com as reformas

moreira franco

Ministro Moreira Franco, da Secretaria-Geral da Presidência

O ministro Moreira Franco, da Secretaria-Geral da Presidência da República, descartou prejuízo ao processo de votação da PEC da Previdência por causa dos protestos e paralisações contrários às reformas trabalhistas e previdenciária que acontecem nesta sexta-feira 28 por todo o país.

“Há uma consciência muito forte de que é preciso que nós enfrentemos a questão da reforma da Previdência. Se não tomarmos alguma medida urgente, vamos ter no governo federal o mesmo quadro do Rio de Janeiro, onde temos visto drama e desespero de pensionistas e aposentados que não estão recebendo”, disse em entrevista à Rádio CBN.

Questionado sobre se o governo não deveria convencer sua própria base da necessidade das mudanças na Previdência, já que o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, tem se colocado contrário às reformas, Moreira Franco disse que não responde a provocações do senador. O ministro ainda reforçou que a medida é importante para tirar o País da “maior crise econômica da história” e recuperar a capacidade de gerar empregos.

Sobre a autorização do Supremo Federal Tribunal (STF) para investigar o seu envolvimento na Lava Jato, com base nas delações da Odebrecht, Moreira Franco disse que ainda não foi autorizada a abertura de inquérito, e sim que estão havendo levantamentos para ver se há necessidade de abrir inquérito.

No caso da sindicância que foi aberta na Comissão de Ética da Presidência da República para investigar suas atitudes e dos ministros Eliseu Padilha e Gilberto Kassab, Moreira Franco argumentou que a investigação foi baseada em conjunto de suposições tirada de jornais.

“Uma comissão de ética deve manter sigilo das investigações, fazer apurações cautelosas. Essa decisão de abertura de sindicância foi tomada por notícias de jornais, com vazamento de informação. É uma demonstração cabal de que os princípios éticos não estão sendo respeitados”, criticou. Ele disse ainda que vai responder ao processo nos autos.

TRANQUILIDADE
Moreira Franco considera que as manifestações de hoje transcorreram, de maneira geral, de forma “tranquila”. “Em poucos locais, em alguns aeroportos, em áreas que houve piquete ou tentativa de impedir o uso pelos usuários do transporte coletivo, houve algum tipo de reação. O que é compreensível porque as pessoas querem trabalhar, têm os seus compromissos, e o direito de ir e vir é um direito que temos que respeita”, afirmou o ministro, que deixou Brasília no início da tarde em direção ao Rio de Janeiro.

Comente

Deputado federal discordou dos protestos contra a reforma trabalhista e afirmou que 'PT é face atrasada da política' - 28/04/2017

Rogério Marinho: “Protesto é para manter privilégios das corporações”

rogério marinho

Deputado federal Rogério Marinho (PSDB), relator do projeto de modernização da CLT

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB), relator do projeto de modernização das leis trabalhistas, criticou os atos de violência registrados pelo país durante as manifestações desta sexta-feira 28.

“Alguns fascistas travestidos de manifestantes atacam população. Não entendem que direito à greve é daqueles que dela querem participar, não é licença para impor e intimidar outros como milícias bolivarianas”, disse o parlamentar por meio de suas redes sociais.

Segundo Rogério, os brasileiros não podem permitir que “a realidade da Venezuela se transporte para o Brasil”. O tucano disse que o “medo de perdas de privilégios de corporações é a alma do protesto. PT e esquerda brasileira são face atrasada da política com pauta corporativista do século XIX, defendem privilégios e corporações contra o povo”.

Um dos itens mais polêmicos da modernização das leis trabalhistas é justamente o fim do imposto sindical obrigatório, alvo de críticas dos sindicalistas durante os debates do projeto na Câmara. Caso a proposta seja aprovada no Senado e sancionada, o trabalhador terá o direito de escolher se paga ou não a contribuição ao seu sindicato. Fonte Agora RN.

Comente

É o segundo mês consecutivo em que vigora a bandeira vermelha - 28/04/2017

Contas de luz continuam com bandeira vermelha em maio

Por Estadão Conteúdo

As contas de luz vão continuar com a bandeira vermelha no mês de maio. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira, 28, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Com a bandeira vermelha em seu primeiro patamar, serão adicionados R$ 3,00 a cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos. O sistema de bandeiras é atualizado mensalmente pelo órgão regulador, que avalia a situação dos reservatórios em todo o País para tomar uma decisão

“Como o sinal para o consumo é vermelho, os consumidores devem fazer uso eficiente de energia elétrica e combater os desperdícios”, informou a Aneel.

É o segundo mês consecutivo em que vigora a bandeira vermelha. O recurso ficou acionado durante todo o ano de 2015 e nos meses de janeiro e fevereiro de 2016. De lá para cá, as contas mensais oscilaram entre bandeiras verde e amarela.

A bandeira vermelha possui dois patamares de cobrança. Quando o custo das termelétricas ligadas supera R$ 422,56 por megawatt-hora (MWh), a Aneel utiliza o primeiro patamar da bandeira vermelha, que adiciona entre R$ 3,00 a cada 100 kWh consumidos. Se o custo dessas usinas for superior a R$ 610,00 por MWh, o sistema atinge o segundo patamar da bandeira vermelha, cujo acréscimo é de R$ 3,50 a cada 100 kWh.

Em março, vigorou a bandeira amarela, que adiciona R$ 2,00 para cada 100 kWh consumidos. De dezembro a fevereiro, havia vigorado a bandeira verde, sem nenhuma cobrança adicional na conta de luz

Comente

Quatro policiais trabalharam em cumprimento da ação ordenada pelo STF - 28/04/2017

Auxiliar de Garibaldi Filho é alvo de operação da PF em Natal

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta sexta-feira (28), mandado de busca e apreensão de documentos que estavam com Lindolfo Sales Neto, é ligado ao senador Garibaldi Filho, do PMDB.

Quatro policiais trabalharam em cumprimento da ação ordenada pelo ministro relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, Edison Fachin. A operação desta sexta recebeu o nome de Satélite por investigar pessoas próximas a políticos.

Além do Rio Grande do Norte, foram cumpridos quatro mandados no Distrito Federal, dois em São Paulo, outros dois em Alagoas e mais um Sergipe.

NOTA

“O senador Garibaldi Alves Filho informa que oficialmente desconhece qualquer ação a respeito da chamada Operação Satélites, nem a citação do nome de um ex-assessor nesta investigação.”

Assessoria do Senador Garibaldi Filho

Fonte Portal noar.

Comente

Lava Jato - 28/04/2017

Gilmar Mendes manda soltar Eike Batista

Rio de Janeiro - Empresário Eike Batista deixa a sede da PF, na região portuária do Rio, após depoimento na Delegacia de Combate ao Crime Organizado e Desvio de Recursos (Fernando Frazão/Agência Brasil)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes mandou soltar hoje (28) o empresário Eike Batista, preso, no final de janeiro na Operação Eficiência, um desdobramento da Operação Lava Jato. O empresário é réu na Justiça Federal do Rio por corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

De acordo com a decisão do ministro, Eike deverá ser solto se não estiver cumprindo outro mandado de prisão. Caberá ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal no Rio de Janeiro, avaliar se o empresário será solto e aplicar medidas cautelares.

Segundo as investigações, Eike teria repassado US$ 16,5 milhões em propina ao ex-governador Sérgio Cabral, por meio de contratos fraudulentos com o escritório de advocacia da mulher de Cabral, Adriana Ancelmo, e uma ação fraudulenta que simulava a venda de uma mina de ouro, por intermédio de um banco no Panamá. Em depoimento à PF, Eike confirmou o pagamento para tentar conseguir vantagens para as empresas do grupo EBX, presididas por ele.

No habeas corpus, a defesa de Eike Batista alegou que a prisão preventiva é ilegal e sem fudamentação. Para os advogados, a Justiça atendeu ao apelo midiático da população .

"Nada mais injusto do que a manutenção da prisão preventiva de um réu, a contrapelo da ordem constitucional e infraconstitucional, apenas para satisfazer a supostos anseios de justiçamento por parte da população, os quais, desacoplados do devido processo legal, se confundem inelutavelmente com a barbárie", argumenta a defesa.msn.

Comente

É TEMPO DE MUDANÇA. - 28/04/2017

Poço Branco: Prefeitura Municipal vem Fazendo Reformas em Varias Partes do Município como Ruas Avenidas, Banheiros Públicos e Praça Pública.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu, atividades ao ar livre e natureza

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre

Calçamento da Av: Manoel Rodrigues.

Prefeitura Municipal de Poço Branco/RN na Gestão Atual Prefeito Waldemar de Góis vem Mostrando a Diferencia fazendo Operação Tapa Buraco Nas Ruas, Reforma da Iluminação da Praça Pública Sagrado Coração de Jesus, Reforma Também nos Banheiros Públicos e Pagamento de Funcionários em Dia com Pagamentos três e Quatros Dias antes do Ultimo dia de cada Mês, ou seja, três ou quatro Dias antes do Dia 30 de Cada Mês.

Comente